g2h

level

terça-feira, 20 de julho de 2010

solidao familiar

Solidão Familiar
Quantas vezes durante um único dia consigo realizar as refeições com meus filhos?
_Quando realizo as refeições consigo trocar idéias com eles ou as idéias acabam virando discussões?

Esta é uma reflexão que vem tomando conta de meus pensamentos há muito tempo; ouço muitos pais alegarem, que não importa a quantidade de tempo que tem para seus filhos e sim a qualidade. Que qualidade é essa que podemos ter com tantas preocupações, pressões do dia a dia, conflitos gerados pelo stress? Estamos vivendo um momento muito complicado em nossas vidas, onde percebo que a questão tempo nem é tão importante assim para dedicar aos nossos filhos, mas sim a forma que estamos administrando este tempo.

Como somos pacientes para a dedicação deste tempo com tantas coisas a resolver? Esta preocupação me intriga muito, justamente porque o stress do dia a dia está nos tirando a oportunidade de vivenciar experiências junto aos nossos filhos, impossibilitando de ajuda-los a adquirir valores básicos através de exemplos de vida, do próprio dia a dia.

Sabemos que os valores são construídos através de exemplos de atitudes, então reflito:
Que exemplos damos aos nossos jovens filhos?
Será que eles têm a noção de família que tivemos?
Que futuro, construiremos para eles, se sempre estamos ocupados e sem paciência para ouvi-los ou prestar atenção de como estão, com quem andam ou o que pensam?

O que posso percebo trabalhando há duas décadas com os jovens, é que os valores estão totalmente distorcidos, nossos jovens hoje não tem crença, religião, são muito imediatistas; estão acostumados a receber tudo pronto e na hora; claro que eles são assim, porque assim aprenderam; e de certa forma foram reforçados por nós mesmos a desenvolver este comportamento.

Nossa ânsia de proteção para os jovens vem sendo tão intensificada nestes últimos anos, que contribuímos diretamente para o desenvolvimento de uma estrutura emocional fragmentada, fragilizada onde conflitos são vivenciados por eles de forma radical, impulsiva e instintiva e sentimentos de frustração, fracasso, acaba ganhando espaço nessa estrutura emocional. Diante disso nos deparamos com jovens sem poder de criação, sem espírito crítico, desestimulado e sem vontades.

Estamos fazendo para eles, justamente o que esperam de nós, adultos coniventes e facilitadores de atitudes e pensamentos. Pra que um jovem precisa pensar, criar, construir se tudo lhe vem pronto?

Precisamos rever nossa postura enquanto pais, educadores e formadores de opiniões, deixar que nossos jovens vivenciem, experimentem a vida com tudo que ela oferece, claro que sempre orientando, apoiando-os, mostrando o que é certo ou errado, mas não devemos impedir que os mesmos vivenciem suas experiências e que possam através delas, ter pontos de referência positivos e negativos, sentir fracassos e frustrações, vivenciar angustias e medos, inseguranças, prazeres e desprazeres, afim de que possam aprender articular conflitos de forma positiva e consistente, traçando metas e objetivos, criando uma base dentro de si a ponto de ser capaz de enfrentar situações contraditórias ou conflituosas de maneira equilibrada, dando-lhe condições para enfrentamento e resolução de forma equilibrada e com discernimento.

Para isso, é necessário curarmos a doença da solidão familiar, solidão não sinônimo de ficar sozinho, pois podemos ficar juntos estando só. A cura da solidão familiar está no “estar presente” de maneira integral e não temporal, é promover situações onde o diálogo aparece como protagonizador do equilíbrio familiar; a cura está no prazer de “estar junto”; de trocar informações, sentimentos, emoções, sejam eles positivos ou negativos, é isso que nos faz sentir-se importante e crescer com uma estrutura emocional segura, forte e sem medo de enfrentar situações surpresas ou inesperadas nos tornando adultos preparados para viver e encarar a vida de forma preciosa e feliz.



* alguns textos foram retirados da Internet
http://www.alessandrovianna.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Nome para filho julia

1.Gabriel 1.Júlia / Giulia 2.Arthur / Artur 2.Sofia / Sophia 3.Matheus / Mateus 3.Maria Eduarda 4.Davi / David 4.Giovanna / Giovana 5.Lucas 5.Isabela / Isabella 6.Guilherme 6.Beatriz 7.Pedro 7.Manuela / Manoela / Manuella 8.Miguel 8.Yasmin / Iasmin 9.Enzo 9.Maria Clara 10.Gustavo 10.Ana Clara 11.Rafael / Raphael 11.Mariana 12.Felipe / Filipe 12.Gabriela / Gabriella 13.João Pedro 13.Luiza / Luísa 14.Pedro Henrique 14.Laura 15.Nicholas / Nicolas 15.Lara 16.Kauã / Cauã 16.Nicole 17.Victor / Vítor 17.Ana Luiza / Ana Luísa 18.Vinícius 18.Letícia 19.Daniel 19.Ana Júlia 20.Eduardo 20.Maria Luiza 21.João Victor / João Vítor 21.Ana Beatriz 22.Leonardo 22.Rafaela / Raphaella 23.Henrique 23.Sarah / Sara 24.Samuel 24.Isabelle / Isabelly 25.Bernardo 25.Alice 26.Pietro 26.Lívia 27.Murilo 27.Vitória / Victoria 28.Caio 28.Isadora 29.João Gabriel 29.Gabrielle / Gabrielly 30.João 30.Amanda 31.Isaac / Isaque 31.Eduarda 32.Thiago / Tiago 32.Melissa 33.Ryan 33.Clara 34.Heitor 34.Valentina 35.Brian 35.Bianca 36.Bruno 36.Larissa 37.Luca / Lucca 37.Rebeca 38.Victor Hugo / Vítor Hugo 38.Pietra 39.Igor 39.Emanuelle / Emanuelly 40.Ian / Yan 40.Marina 41.Lorenzo 41.Carolina 42.Luiz Felipe 42.Maria Fernanda 43.Theo / Téo 43.Helena 44.Rodrigo 44.Camila 45.Diogo 45.Ana Carolina 46.Tomás / Thomas / Thomaz 46.Heloísa 47.Breno / Brenno 47.Bruna 48.Kaíque / Caíque 48.Emily 49.Iago / Yago 49.Lorena 50.Eric 50.Lavínia 51.Diego 51.Alícia 52.Carlos Eduardo 52.Fernanda 53.Nathan / Natan 53.Luana 54.Francisco 54.Natália / Nathalia 55.Joaquim 55.Ana Laura 56.André 56.Laís 57.Alexandre 57.Juliana / Giuliana 58.Marcelo 58.Maria 59.Luan / Luã 59.Stéphanie / Stefany 60.Emanuel 60.Catarina 61.Fernando 61.Ester / Esther 62.Antônio 62.Mirela / Mirella 63.Yuri / Iuri 63.Maria Júlia 64.Luiz Henrique 64.Estela / Stella 65.Otávio / Octavio 65.Alana 66.Giovanni / Geovane 66.Caroline 67.Kevin 67.Evelyn 68.João Guilherme 68.Milena 69.Juan 69.Camille / Kamilly 70.Hugo 70.Joana 71.Anthony 71.Marcela 72.Kauê / Cauê 72.Maria Vitória 73.Danilo 73.Daniela 74.Ricardo 74.Ágatha / Ágata 75.Luiz Gustavo 75.Cecília 76.Renato 76.Bárbara 77.Victor Gabriel / Vítor Gabriel 77.Raíssa / Rayssa 78.Luiz Eduardo 78.Sabrina 79.Jonathan / Jonatas 79.Brenda 80.Augusto 80.Isabel 81.Luiz Fernando 81.Ana Lívia 82.João Lucas 82.Ana / Anna 83.Renan 83.Ana Sofia 84.Raul 84.Tainá / Tayná 85.Levi 85.Raquel / Rachel 86.Martim / Martín 86.Nina 87.Lucas Gabriel 87.Kauany / Kauane 88.William / Wilian 88.Nathalie 89.Henry/Henri 89.Débora 90.Pedro Lucas 90.Maria Laura 91.Matheus Henrique 91.Ísis 92.Júlio César 92.Ana Vitória 93.Ângelo 93.Eloá / Eloah 94.Enrico 94.Olívia 95.Gabriel Henrique 95.Elisa / Eliza 96.Benício 96.Micaela / Mikaela 97.Paulo 97.Mariane / Marianne 98.João Henrique 98.Luna 99.Derek 99.Jennifer 100.Luiz Guilherme 100.Talita / Thalita

Google+ Followers

Google+ Badge