g2h

level

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Jeito certo de

Elogie do jeito certo muito bem referenciado por Marcos Meier em seu blog, não poderia ficar de fora na relação entre pais e filhos.

Recentemente um grupo de crianças pequenas passou por um teste muito interessante. Psicólogos propuseram uma tarefa de média dificuldade, mas que as crianças executariam sem grandes problemas. Todas conseguiram terminar a tarefa depois de certo tempo. Em seguida, foram divididas em dois grupos.
O grupo A foi elogiado quanto à inteligência. “Uau, como você é inteligente!”, “Que esperta que você é!”, “Menino, que orgulho de ver o quanto você é genial!” ... e outros elogios à capacidade de cada criança.
O grupo B foi elogiado quanto ao esforço. “Menina, gostei de ver o quanto você se dedicou na tarefa!”, “Menino, que legal ter visto seu esforço!”, “Uau, que persistência você mostrou. Tentou, tentou, até conseguir, muito bem!” ... e outros elogios relacionados ao trabalho realizado e não à criança em si.
Depois dessa fase, uma nova tarefa de dificuldade equivalente à primeira foi proposta aos dois grupos de crianças. Elas não eram obrigadas a cumprir a tarefa, podiam escolher se queriam ou não, sem qualquer tipo de consequência.
As respostas das crianças surpreenderam. A grande maioria das crianças do grupo A simplesmente recusou a segunda tarefa. As crianças não queriam nem tentar. Por outro lado, quase todas as crianças do grupo B aceitaram tentar. Não recusaram a nova tarefa.

A explicação é simples e nos ajuda a compreender como elogiar nossos filhos e nossos alunos. O ser humano foge de experiências que possam ser desagradáveis. As crianças “inteligentes” não querem o sentimento de frustração de não conseguir realizar uma tarefa, pois isso pode modificar a imagem que os adultos têm delas. “Se eu não conseguir, eles não vão mais dizer que sou inteligente”. As “esforçadas” não ficam com medo de tentar, pois mesmo que não consigam é o esforço que será elogiado. Nós sabemos de muitos casos de jovens considerados inteligentes não passarem no vestibular, enquanto aqueles jovens “médios” obterem a vitória. Os inteligentes confiaram demais em sua capacidade e deixaram de se preparar adequadamente. Os outros sabiam que se não tivessem um excelente preparo não seriam aprovados e, justamente por isso, estudaram mais, resolveram mais exercícios, leram e se aprofundaram melhor em cada uma das disciplinas.
No entanto, isso não é tudo. Além dos conteúdos escolares, nossos filhos precisam aprender valores, princípios e ética. Precisam respeitar as diferenças, lutar contra o preconceito, adquirir hábitos saudáveis e construir amizades sólidas. Não se consegue nada disso por meio de elogios frágeis, focados no ego de cada um. É preciso que sejam incentivados constantemente a agir assim. Isso se faz com elogios, feedbacks e incentivos ao comportamento esperado.

Nossos filhos precisam ouvir frases como: “Que bom que você o ajudou, você tem um bom coração”, “parabéns meu filho por ter dito a verdade apesar de estar com medo... você é ético”, “filha, fiquei orgulhoso de você ter dado atenção àquela menina nova ao invés de tê-la excluído como algumas colegas fizeram... você é solidária”, “isso mesmo filho, deixar seu primo brincar com seu videogame foi muito legal, você é um bom amigo”. Elogios desse tipo estão fundamentados em ações reais e reforçam o comportamento da criança que tenderá a repeti-los. Isso não é “tática” paterna, é incentivo real.


Por outro lado, elogiar superficialidades é uma tendência atual. “Que linda você é amor”, “acho você muito esperto meu filho”, “Como você é charmoso”, “que cabelo lindo”, “seus olhos são tão bonitos”. Elogios como esses não estão baseados em fatos, nem em comportamentos, nem em atitudes. São apenas impressões e interpretações dos adultos. Em breve, crianças como essas estarão fazendo chantagens emocionais, birras, manhas e “charminhos”. Quando adultos, não terão desenvolvido resistência à frustração e a fragilidade emocional estará presente.


Homens e mulheres de personalidade forte e saudável são como carvalhos que crescem nas encostas de montanhas. Os ventos não os derrubam, pois cresceram na presença deles. São frondosos, copas grandes e o verde de suas folhas mostra vigor, pois se alimentaram da terra fértil.

Que nossos filhos recebam o vento e a terra adubada por nossa postura firme e carinhosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Nome para filho julia

1.Gabriel 1.Júlia / Giulia 2.Arthur / Artur 2.Sofia / Sophia 3.Matheus / Mateus 3.Maria Eduarda 4.Davi / David 4.Giovanna / Giovana 5.Lucas 5.Isabela / Isabella 6.Guilherme 6.Beatriz 7.Pedro 7.Manuela / Manoela / Manuella 8.Miguel 8.Yasmin / Iasmin 9.Enzo 9.Maria Clara 10.Gustavo 10.Ana Clara 11.Rafael / Raphael 11.Mariana 12.Felipe / Filipe 12.Gabriela / Gabriella 13.João Pedro 13.Luiza / Luísa 14.Pedro Henrique 14.Laura 15.Nicholas / Nicolas 15.Lara 16.Kauã / Cauã 16.Nicole 17.Victor / Vítor 17.Ana Luiza / Ana Luísa 18.Vinícius 18.Letícia 19.Daniel 19.Ana Júlia 20.Eduardo 20.Maria Luiza 21.João Victor / João Vítor 21.Ana Beatriz 22.Leonardo 22.Rafaela / Raphaella 23.Henrique 23.Sarah / Sara 24.Samuel 24.Isabelle / Isabelly 25.Bernardo 25.Alice 26.Pietro 26.Lívia 27.Murilo 27.Vitória / Victoria 28.Caio 28.Isadora 29.João Gabriel 29.Gabrielle / Gabrielly 30.João 30.Amanda 31.Isaac / Isaque 31.Eduarda 32.Thiago / Tiago 32.Melissa 33.Ryan 33.Clara 34.Heitor 34.Valentina 35.Brian 35.Bianca 36.Bruno 36.Larissa 37.Luca / Lucca 37.Rebeca 38.Victor Hugo / Vítor Hugo 38.Pietra 39.Igor 39.Emanuelle / Emanuelly 40.Ian / Yan 40.Marina 41.Lorenzo 41.Carolina 42.Luiz Felipe 42.Maria Fernanda 43.Theo / Téo 43.Helena 44.Rodrigo 44.Camila 45.Diogo 45.Ana Carolina 46.Tomás / Thomas / Thomaz 46.Heloísa 47.Breno / Brenno 47.Bruna 48.Kaíque / Caíque 48.Emily 49.Iago / Yago 49.Lorena 50.Eric 50.Lavínia 51.Diego 51.Alícia 52.Carlos Eduardo 52.Fernanda 53.Nathan / Natan 53.Luana 54.Francisco 54.Natália / Nathalia 55.Joaquim 55.Ana Laura 56.André 56.Laís 57.Alexandre 57.Juliana / Giuliana 58.Marcelo 58.Maria 59.Luan / Luã 59.Stéphanie / Stefany 60.Emanuel 60.Catarina 61.Fernando 61.Ester / Esther 62.Antônio 62.Mirela / Mirella 63.Yuri / Iuri 63.Maria Júlia 64.Luiz Henrique 64.Estela / Stella 65.Otávio / Octavio 65.Alana 66.Giovanni / Geovane 66.Caroline 67.Kevin 67.Evelyn 68.João Guilherme 68.Milena 69.Juan 69.Camille / Kamilly 70.Hugo 70.Joana 71.Anthony 71.Marcela 72.Kauê / Cauê 72.Maria Vitória 73.Danilo 73.Daniela 74.Ricardo 74.Ágatha / Ágata 75.Luiz Gustavo 75.Cecília 76.Renato 76.Bárbara 77.Victor Gabriel / Vítor Gabriel 77.Raíssa / Rayssa 78.Luiz Eduardo 78.Sabrina 79.Jonathan / Jonatas 79.Brenda 80.Augusto 80.Isabel 81.Luiz Fernando 81.Ana Lívia 82.João Lucas 82.Ana / Anna 83.Renan 83.Ana Sofia 84.Raul 84.Tainá / Tayná 85.Levi 85.Raquel / Rachel 86.Martim / Martín 86.Nina 87.Lucas Gabriel 87.Kauany / Kauane 88.William / Wilian 88.Nathalie 89.Henry/Henri 89.Débora 90.Pedro Lucas 90.Maria Laura 91.Matheus Henrique 91.Ísis 92.Júlio César 92.Ana Vitória 93.Ângelo 93.Eloá / Eloah 94.Enrico 94.Olívia 95.Gabriel Henrique 95.Elisa / Eliza 96.Benício 96.Micaela / Mikaela 97.Paulo 97.Mariane / Marianne 98.João Henrique 98.Luna 99.Derek 99.Jennifer 100.Luiz Guilherme 100.Talita / Thalita

Google+ Followers

Google+ Badge